FANDOM


Quotebg.png
"Eu sou Alduin! O primogênito de Akatosh!"
―Alduin[fonte]

Alduin (Dovahzul), o Devorador de Mundos, Deus nórdico da destruição foi o primeiro dragão criado pela divindade Akatosh, o Deus do tempo. Os antigos heróis nórdicos utilizaram um pergaminho antigo pra prender Alduin no fluxo do tempo, esperançosos que ele jamais retornaria, porém, o devorador retornou na Quarta Era, durante os eventos de The Elder Scrolls V: Skyrim.

Identidade

Muitos estudiosos consideravam Alduin e Akatosh como sendo diferentes aspectos do mesmo ser, Alduin representando o desgaste e destruição causadas pelo tempo, e que consequentemente traria o fim de Nirm. Outras fontes indicam ambos como sendo seres completamente diferentes. Porque Akatosh geralmente assume a forma de um dragão, ele é constantemente reverenciado como "pai" dos dragões.

De acordo com Paarthurnax, Alduin era considerado como a "joia" da criação de Akatosh, isso inflou seu ego, fazendo Alduin pensar que era seu direito de nascença governar o mundo e todos as outras raças inferiores, ao lado de seus seguidores dragões.

Deificação

Admirado por sua ferocidade, e temido por seu poder, Alduin faz parte do panteão nórdico como Deus da destruição, ou Devorador de Mundos, sendo referenciado como a tempestade que traria aniquilação total ao mundo atual, destruindo-o completamente, para que um novo mundo pudesse nascer.

Profecia

Quotebg.png
"E os pergaminhos previram, de asas negras no vento frio, quando irmãos declararem guerra! Alduin, a desgraça de reis, antiga sombra liberta, com uma fome para devorar o mundo!"
―Musica do Dragonborn

A profecia previa uma guerra civil sem precedentes ocorreria após a morte do Rei-supremo de Skyrim, esses eventos levando a destruição de toda Tamriel. É dito que apenas o Dragonborn (nascido do dragão), pode subjugar o enfurecido Deus Alduin, por concentrar o poder do dragão na forma de gritos, por fim derrotando-o em uma batalha titânica, restaurando paz a Skyrim e ao continente de Tamriel.

Historia

Alduin foi um dos primeiros e mais poderosos dragões a governar ambos, homens e mers, acreditando ser seu direito de nascença governar sobre formas de vida inferiores, governando de maneira cruel e tirânica os mortais, até que em um evento conhecido como Guerra do Dragão, os homens se rebelaram contra seus senhores dragões, sendo quase exterminados pelos mesmos, até que com a ajuda da Deusa Kynareth e o dragão traidor Paarthurnax, que havia simpatizado com a humanidade, ensinou aos humanos como utilizar "a Voz" (linguagem do dragão), dando-lhes uma chance contra a tirania dos dragões. No topo da maior montanha de Skyrim, chamado de Garganta do Mundo, Alduin foi derrotado e preso ao fluxo temporal, não retornando até a Quarta Era.

Durante a Quarta Era, Alduin retorna, enfurecido, ele destrói o vilarejo de Helgen, planejando sua vingança, Alduin começa a reunir seu exército de seguidores, e a reviver dragões mortos a tempos, trazendo caos e calamidade pra toda Skyrim, sendo o principal responsável pela "Crise do Dragão".

O Dragonborn da Quarta Era, ao lado de Paarthurnax, utilizou o mesmo Grito que a humanidade criou a séculos atrás contra os dragões, para combater o enfurecido Alduin no topo da Garganta do Mundo, por fim Alduin abandonou o combate, levando até sua batalha final em Sovngarde, onde acabou sendo abatido pelo Dragonborn e seus três aliados, Hakon, Feldir e Gormlaith, assim acabando com sua ameaça iminente sobre Nirn. Embora Arngeir e Paarthurnax especulem que talvez Alduin ainda possa retornar no futuro, para cumprir sua função de destruir o mundo.

Diálogos

  • "Meyye! Tahrodiis aanne! Him hinde pah liiv! Zu'u hin daan!" - (Tolos! Traiçoeiros! Suas esperanças são em vão! Eu sou seu fim).
  • "Zu'u Alduin. Zok sahrot do naan ko Lein!" - (Eu sou Alduin! Mais forte do que qualquer um!)
  • "Pahlok joorre! Hin kah fen kos bonaar!" - (Mortais arrogantes! Sua arrogância sera sua ruína!)
  • "Kel drey ni viik." - (O pergaminho antigo não me derrotou.)
  • "Hin sil fen nahkip bahloki." - (Sua alma irá saciar minha fome.)
  • "Zu'u unslaad! zu'u nis oblaan!" - (Eu sou imortal! Eu não posso morrer!)

Aparições

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.