FANDOM


Dibella.jpg
Dibella
Informação Religiosa
Religião Associada

Nove Divinos
Panteão Nórdico

Panteão

Culto Imperial

Tipo de Divindade

Deusa da Beleza

Artefatos

Pincel da Real Pintura
Elmo do Paladino

Descrição Física
Gênero

Feminino

Forma Física
Informação Cronológica e Política
Era(s) de Adoração
Área de Influência

Skyrim
Cyrodiil
High Rock

Dibella, conhecida como Dibe pelos Kothringi, é a deusa da beleza e do amor, e é uma dos Nove Divinos. Em Cyrodiil, ela tem quase uma dúzia de diferentes cultos, alguns devotados à mulheres, alguns a artistas e estéticos, e outros a instrução erótica.

Capelas Editar

Cyrodiil Editar

A Capela de Dibella em Cyrodiil é localizada em Anvil. Peregrinos dos Nove Divinos começam sua jornada aqui. Orações escutadas por Dibella na capela fortificam a personalidade, através do Beijo de Dibella. Na Terceira Era, muitos assassinatos ocorreram na Capela de Dibella, profanando o santuário. O Herói de Kvatch pode ter procurado vingança da profanação, coletando os artefatos dos Templários Divinos.

Skyrim Editar

O Templo de Dibella em Skyrim é localizado na cidade construída pelos Dwemer, Markarth. Na Quarta Era, o Dragonborn devastou o Templo de Dibella, após uma competição de bebida com Sam Guevenne, que era o Príncipe Daedric Sanguine disfarçado. O Dragonborn também roubou a Estátua Dourada de Dibella do santuário para a Guilda dos Ladrões de Riften. O Dragonborn se redimiu com o Templo, encontrando a próxima Sibila de Dibella.

Santuários Editar

Dois santuários dedicados à Dibella existem em Cyrodiil. Um é localizado ao sul de Chorrol, enquanto o outro fica a oeste da Cidade Imperial.

Artefatos Editar

Pincel da Real Pintura Editar

O Pincel da Real Pintura foi um artefato criado do cabelo de Dibella. Durante a Terceira Era, um pintor chamado Rythe Lythandas adquiriu o artefado. Enquanto em sua posse, a Escova foi roubada por um ladrão, que entrou em uma das pinturas de Rythe e o manteve como prisioneiro lá. O Herói de Kvatch pode ter resgatado-o, usando um veneno especial feito de terebintina.

Elmo do Templário Editar

O Elmo do Templário foi criado por Dibella para Pelinal Whitestrake para auxiliar em sua batalha contra Umaril, o Depenado. Sir Amiel Lannus buscou a relíquia no Santuário do Templário na esperaça de restaurar a honra aos Templários. Infelizmente, ele morreu na tentativa. Antes de sua morte, foi lhe mostrado uma visão do elmo, que ele registrou em seu diário. Durante a Terceira Era, o Herói de Kvatch pode ter recebido o elmo de Vanua em sua missão para coletar as relíquias perdidas dos Templários Divinos.

Verso Editar

"Vem a mim, Dibella, pois sem você, minhas palavras serão maçantes e pesadas sem o brilho da graça e sagacidade para encantar os olhos e ouvidos do leitor."

Mandamento Editar

"Abra seu coração para os segredos nobres da arte e do amor. Aprecie os presentes da amizade. Busque alegria e inspiração nos mistérios do amor."

Ver Também Editar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória