FANDOM


Dibella, conhecida como Dibe pelos Kothringi, é a deusa da beleza e do amor, e é uma dos Nove Divinos. Em Cyrodiil, ela tem quase uma dúzia de diferentes cultos, alguns devotados à mulheres, alguns a artistas e estéticos, e outros a instrução erótica.

Capelas

Cyrodiil

A Capela de Dibella em Cyrodiil é localizada em Anvil. Peregrinos dos Nove Divinos começam sua jornada aqui. Orações escutadas por Dibella na capela fortificam a personalidade, através do Beijo de Dibella. Na Terceira Era, muitos assassinatos ocorreram na Capela de Dibella, profanando o santuário. O Herói de Kvatch pode ter procurado vingança da profanação, coletando os artefatos dos Templários Divinos.

Skyrim

O Templo de Dibella em Skyrim é localizado na cidade construída pelos Dwemer, Markarth. Na Quarta Era, o Dragonborn devastou o Templo de Dibella, após uma competição de bebida com Sam Guevenne, que era o Príncipe Daedric Sanguine disfarçado. O Dragonborn também roubou a Estátua Dourada de Dibella do santuário para a Guilda dos Ladrões de Riften. O Dragonborn se redimiu com o Templo, encontrando a próxima Sibila de Dibella.

Santuários

Dois santuários dedicados à Dibella existem em Cyrodiil. Um é localizado ao sul de Chorrol, enquanto o outro fica a oeste da Cidade Imperial.

Artefatos

Pincel da Real Pintura

O Pincel da Real Pintura foi um artefato criado do cabelo de Dibella. Durante a Terceira Era, um pintor chamado Rythe Lythandas adquiriu o artefato. Enquanto em sua posse, a Escova foi roubada por um ladrão, que entrou em uma das pinturas de Rythe e o manteve como prisioneiro lá. O Herói de Kvatch pode ter resgatado-o, usando um veneno especial feito de terebintina.

Elmo do Templário

O Elmo do Templário foi criado por Dibella para Pelinal Whitestrake para auxiliar em sua batalha contra Umaril, o Depenado. Sir Amiel Lannus buscou a relíquia no Santuário do Templário na esperança de restaurar a honra aos Templários. Infelizmente, ele morreu na tentativa. Antes de sua morte, foi lhe mostrado uma visão do elmo, que ele registrou em seu diário. Durante a Terceira Era, o Herói de Kvatch pode ter recebido o elmo de Vanua em sua missão para coletar as relíquias perdidas dos Templários Divinos.

Verso

"Vem a mim, Dibella, pois sem você, minhas palavras serão maçantes e pesadas sem o brilho da graça e sagacidade para encantar os olhos e ouvidos do leitor."

Mandamento

"Abra seu coração para os segredos nobres da arte e do amor. Aprecie os presentes da amizade. Busque alegria e inspiração nos mistérios do amor."

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.