FANDOM


EyeofMagnus.png

O Olho de Magnus.

Magnus, também conhecido como Deus da Magia, é um Et'Ada, um dos Espíritos Originais.

Criação do MundusEditar

Durante a Era da Alvorada, ele, juntamente com muitos outros Et'Ada, foram convencidos por Lorkhan a cirar o plano mortal, Mundus. É dito que Magnus foi o arquiteto de Mundus, pois ele criava os esquemas e diagramas necessários para o construir.[1][2][3]

Enquanto Mundus se formava, tornou-se evidante que muitos dos Et'Ada precisariam sacrificar muito de seus poderes para criar o plano mortal. Ele percebeu seu erro e decidiu terminar o projeto. Os Et'Ada se reuniram na Torre Adamantina, no evento conhecido como Convenção, e decidiram punir Lorkhan por sua trapaça.[3][OOG 1]

Logo após, Magnus fugiu para Aetherius nos últimos dias da criação de Mundus. Em sua partida, ele abriu um buraco em Oblivion, que se tornou o sol de Nirn, conhecido como Magnus.[2][3][1][4] Em seguida, muitos Et'Ada o seguiram; eles ficaram conhecidos como os Magna Ge e deixaram buracos menores no céu, que se tornaram estrelas.[OOG 2] Uma das muitas teorias explicando a origem da magia diz que magicka é o que restou de Magnus no mundo.[1]

LegadoEditar

Nas eras que seguira, muitos Altmer e Bosmer o adoraram como um deus, e ele se tornou parte de seus respectivos panteões.[2] Os Ayleids, mestres das artes arcanas, adoraram ele como o deus da Visão, Luz, e Compreensão e dedicaram templos em seu nome.[5] Os Khajiit o adoram como Magrus.

Lendas cyrodiilicas dizem que ele pode habitar os corpos de magos poderosos, e dar-lhes seu poder. Ele também é associado com Zurin Arctus, o Underking e é às vezes representado por um astrolábio, um telescópio, ou, mais comumente, um cajado.[2]

ArtefatosEditar

Staffofmagnus.png

The Cajado de Magnus, como visto em The Elder Scrolls V: Skyrim.

Ele supostamente criou e usou o Cajado de Magnus, um dos artefatos mais antigos de Tamriel. A lenda diz que é o único artefato capaz de conter seu imenso poder. [6] Com o tempo, o Cajado abandonará o mago que o carrega antes que ele se torne muito poderoso e perturbe o equilíbrio místico que jurou proteger[7]

Outro artefato atribuído a ele é o Olho de Magnus, uma relíquia anciã de imenso poder que foi encontrada enterrada embaixo da cidade nórdica de Saarthal na Era Mítica.[8][9]

Em Cyrodiil há uma pedra mágica de origem desconhecida, localizada a sudeste de Bravil. É conhecida como a Pedra de Magnus, pela população e é dito que dá uma bênção poderosa que melhora as habilidades mágicas de certos indivíduos.[10][11]


Referências Editar

Nota: As referências seguintes são fora do jogo. Elas não são encontradas em nenhum livro de jogos, mas podem ser consideradas parte da cultura do The Elder Scrolls e são incluídas como complementação.
  1. Nu-Mantia Intercepta, Carta #4
  2. Cosmologia

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória